quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Casa de Cigano!


Para falar de Casa de Cigano, é preciso que falemos da atualidade, de ciganos sedentarizados, a Rromhá de hoje mora em casa e apartamento. Faz tempo desde o começo de nossa sedentarização, pelo menos à parte dos gitanos que são sedentarizados e semi sedentarizados no Brasil e também na América do Sul em geral, que as casas de cigano, muitas vezes tem características iguais, independendo do Clã ou família que se originaram. O fato de ser cigano, mesmo de alma, é fator de supra importância, para que se tenha uma igualdade quando se trata de seu habitat. Quando falamos neste assunto logo vem à mente a pergunta: Cigano mora em casa? Sim. São casas iguais a de pessoas de outras raças que existem no mundo. A Rromhá de hoje principalmente, se vale de todos os adendos e aparatos tecnológicos como qualquer pessoa. O diferencial da casa do cigano, é o seu jeito de viver. Uma vez ouvi de uma pessoa com quem trabalhei (trabalhei muitos anos, como guia de turismo nacional – uma forma gadjô de ser cigana), que ela achava errado os ciganos não se revelarem. Pois a “primeira vista” são “normais” “como todo mundo” dizia minha amiga. Bem, eu lhe respondi, apesar de termos orgulho de nossa ciganidade, por vários motivos não tocamos no assunto em nossa “vida normal”, por medo de preconceitos, de errôneas associações e por vezes até mesmo por falta de tempo, já que o dinamismo da vida nos deixa extenuados. Em casa um cigano faz questão de ser cigano. E a diferença estará em pequenos costumes que os zíngaros tem. Esteira de palha coberta por uma colcha grossa, Altar de Virgem Sara, Vinho de ervas, tatau (licor) de baunilha, leques nas paredes, plantas, bichos, condimentos variados na cozinha, cores fortes na decoração, castanholas nos móveis, são algumas das características da casa cigana. Na galétzo, o rechout de ferro, e as panelas de pedra são presença obrigatória. Na casa de um cigano além destas características a principal sempre será, a alegria. A defumação por incensos verticais (de vareta) é constante, e não raro todos os objetos terem odor de incenso. A música e os instrumentos musicais fazem parte do cenário assim como os cristais.

5 comentários:

LUNA CIGANA disse...

Obrigada Ramona, por compartilhar neste lindo blog, seus conhecimentos!
Neste texto, me senti em casa...vc estava falando da minha casa, e me sinto honrada, por ser sua amiga.
Sta Sara lhe abençôe sempre!
Muita sorte,muitas flores e perfume na sua estrada, IRMÃ!
Bjos de Luna.

Ramona Torres disse...

Eu sei, isso sao coisas que somente a alma da gente pode entender. E tambem porque afinal, como dizem "as ciganas são todas aparentadas", minha irma, eu é que sou grata por sua amizade. bjs no seu coração.
Ramona.

Ramona Torres disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
geron.naraf disse...

que bom prima , o seus comentarios meus parabeis .

Maristela Ribeiro disse...

Ramona, gratidão por passar tanto conhecimento! Te amo! Optchá!