terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Festa Típica Cigana

“O Compartilhar da Riqueza dos Ciganos, fará a sua Prosperidade!”

“Bareav dos Reis”
A Tsara Kalimã Romani, convida a todos os amigos”, para participar da nossa “Bareav dos Reis” que é uma Festividade para celebrar a Abertura dos Caminhos de Prosperidade em 2011, venha você que Crê, que Compartilhar, se Auto Motivar, Abrirá as Energias da Riqueza dos Ciganos, para Você! Isto pode ser uma benesse alcançada em 2011 venha! Venha, participar, venha conhecer pessoas, fazer Amizades, e partilhar sua boa essência, para que seus dias neste ano sejam tão felizes e belos quanto o ar próspero de nossa kumpania.

Venha partilhar momentos com pessoas que amam nossa Cultura e Espiritualidade e confiam na Energia Dourada que os Ciganos podem trazer para sua vida, a partir da força do seu coração e mente. Esperamos Você!
Teremos apresentações de Danças Típicas - do Ventre, Espanhola, e Cigana.

E mais:
Oração da Riqueza.
Rito de Prosperidade.
Sorteio de Brindes Encantados.
Bareav do Povo Cigano.
Queima da Fogueira da Energia Cigana ou Tacho Encantado (no caso de haver chuva).
Musicas Típicas.
Traje: Típico Cigano ou Esporte Fino.
Teremos especialmente nesta data, venda do saboroso Katjhó Tchaval, pela celebração do Bareav.

Endereço da Tsara - Rua Sidônio Paes, n° 119 - Cascadura / Rio de Janeiro. Confirme sua presença.
Dirigentes: Jutsy Elis Peralta & Shuvanni Kaló Ramona Torres.

Apoio:
Estrela Cigana Espaço Holistico - Cursos Esotéricos levados a Sério.
Ramasordé Romani - Cultura Cigana de Raiz

Data: 08/janeiro – 2011/Sábado.
Convite: R$ 10,00 – antecipado
No dia: R$ 15,00
Hora: 19:00hs.
Informações: Tel: 21 3471-2114 / Elis

Obs: Esta não é uma celebração espiritual com entidades incorporadas dando consulta. Terá ritos dentro da tradição cigana, mas nao com espíritos ciganos.

Mediunidade dentro da Barraca

Quando se fala em mediunidade, dentro da barraca escrevo, para, como diz Wladimir: “Elucidar”, não tenho pretensão de ser absoluta, mas sim falar desta mediunidade que todos tem curiosidade de saber, para isso somente revelar segredos de Tsara num papiero de estudos de magia. Sobre formas de trabalho astral com livre capacidade, autonomia e autorização para volitar e adentrar pelas mais diferentes camadas espirituais, tanto nos patamares mais sublimados, quanto nos mais telúricos. E mostrar às pessoas, até para pessoas que nunca ouviram falar, que a capacidade mediúnica é de uma beleza incontestável, quando bem direcionada.

Enquanto escrevo, nada posso falar com detalhes dos médiuns que “emprestam” seu corpo, para que o espírito de algum cigano astral possa vir até nós, tamanho a beleza e utilidade do trabalho. Sei mesmo que um médium deve ser totalmente ilibado, lidimo, que aceita sua mediunidade e faz um belíssimo trabalho de caridade, dispondo de seu tempo com o firme propósito de ajudar aos necessitados. Mas infelizmente nem sempre é assim. Por isso a conclusão imediata é, entidades serias não compactuam com imposturas de médiuns inconsequentes. E os que têm olhos “de ver” sabem. Como?

Sabem pela Luz que emana das entidades. Pela beleza e força intrínseca que imanta todo o local que ela esta. Pelas palavras e atos, pelo direcionamento que da aos problemas dos necessitados. Hoje, infelizmente a espiritualidade é muito deturpada, em todas as linhas. Acostumando os fiéis a receberem listas imensas, cobrando altas quantias em dinheiro pela salva do anjo de guarda, assim quando não há “Show Pirotécnico”, as pessoas ficam meio desacreditadas do que é sutil, verdadeiro, simples, ficando só para quem tem sensibilidade. Quem procura pelos Espíritos Ciganos, devem se preparar para um espetáculo muito mais intenso do que o lugar comum. Os espíritos ciganos podem se manifestar de forma incomum, o diferencial, é que eles não precisam disso.

Quem procura a verdade vai encontrar, médiuns que corporificam horas a fio, trabalham com produtos naturais e elementais. Vai encontrar força que emana de suas mãos, vai encontrar conforto, ajuda, carinho. Os Ciganos, usam de sua vidência astral aguçada, para destrinchar os problemas. Indica banhos, engambelos, sobretudo conversa e muito, e quem souber aproveitar estes minutos precisos pode e muito se fortalecer para enfrentar os problemas que cada um leva em seu coração. Sobre o Culto a estas Entidades em minhas andanças pelo mundo observei muitas situações ora agradáveis, ora descabidas e até mesmo absurdas. A princípio o que mais me chamou atenção foi à existência de fiéis de todos os tipos.

Esta rica religiosidade, que de acordo com a sua natureza tem características próprias parece confundir algumas pessoas. Pessoas que não dão o aprofundamento a essência do culto e lhes interessa somente o superficial, magias para isto e aquilo como se tudo se resolvesse a base de magia e feitiços. A palavra feitiço vem do latim Facticius, na França começou a ser chamada de fetiche e quer dizer feito com as mãos, esta expressão “feito com as mãos” extrapolou as barreiras do bom senso e hoje vemos uma grande mercantilização da fé. Todos nós mediunizados, ou não temos dentro de nós o valioso Feitiço para que possamos melhorar nossas vidas. Nossas vibrações são únicas de acordo com a natureza de cada um. Nós temos força própria, um feitiço natural e diferente daquele que nos é impregnado. Mesmo porque a abordagem da Liturgia dos espíritos ciganos, ser sempre cheia de mistérios e vulgaridade.

Assim sendo as pessoas levadas pelo desespero e desinformação; procura uma saída rápida sem dar crédito a verdadeira alma da religiosidade dos ciganos.

O inconformismo e desejo de manutenção do status “sem fazer força” fogem da prática cigana que visa tão somente energizar e restaurar energias para o melhor bem viver. Esta força, este feitiço que carregamos dentro de nós, se faz presente no espírito de boa vontade, de nos ajudarmos mutuamente, de ter consciência que pedidos descabidos desencadeiam uma série de maus entendidos, que ao final levará o praticante, ao descrédito, ao desespero e por falta do conhecimento desta essência religiosa tentará até mesmo outras religiões. Onde cometendo os mesmos erros também se desencantará. Temos que tomar muito cuidado com estas situações e estarmos certos dentro de nosso coração que queremos fazer aquilo, porque fazer e depois ficar se manifestando contra as entidades espirituais não é certo. E com certeza com esta atitude atrai espíritos inferiores, e a pessoa será levada a trilhar nos piores caminhos. Tenhamos fé nestas forças da natureza e sejamos felizes, fazendo a nossa parte.

A escolha dos médiuns, se da por motivos muitos variados. Os ciganos espirituais pesam, os fatores como vidas pregressas do médium, afinidade espiritual, vontade de evoluir, aceitação da missão espiritual e capacidade de integração com os espíritos. Não que se procurem somente os médiuns somente ilibados, dedicados, honestos. Mas sim pessoas com amor e capacidade de se familiarizar com o trabalho com os espíritos. E sobretudo o médium “buscador”, aquele que procura, pergunta, estuda, sobre a matéria que precisa e sobre a qual sabe não ter fim, magia se busca e estuda para sempre. Assim buscamos com quem sabe, em lugares sabidos e conhecidos pela sua aura de limpeza energética para conhecer os mais tradicionais ritos da Cultura Magica e Espiritual dos Ciganos.

Para começar falando de Ritos, tenho que falar do que significa para os ciganos, a palavra “Ritual”. Para os zíngaros não é só o ato de realizar atos sagrados e religiosos. É muito mais. É algo vital, pois todo rito gitano tem fundamento único, tem poder, tem magia, tem uma mística única. Cada ritual que realizamos nos diz do poder de Dieula, vindo até nós.

É a Liturgia Mágica da prática da comunhão com os seres vivos e inanimados (não mortos), com os astros, as estrelas e a força sutil que impregna o planeta. Temos vários tipos de Rituais, cada um para uma finalidade específica. Preocupamos-nos com estas cerimônias, pois delas saem à força sutil que nos eleva ao poder da terra astral. Para realizar estes rituais temos um código ético próprio. A carga cármica que nos foi impregnada, conforme os desígnios de Dieula, é parte da história da cada indivíduo, e ainda que tenhamos um grande livre arbítrio, o que foi desenhado no caderno de nossa vida, terá de passar. Aí é que entra a postura que cada um pode ter.

Utilizar magias para o bem viver? Sim e por que não? Por todos estes motivos trabalhar com magia é tão difícil. Por isso os ciganos preferiram até os dias atuais pouco revelar dos ritos mágicos que fazemos. Mas considerando que os ritos são abrangentes nos assuntos que nos são muito caros, é errado que permaneça restrito à Casta Zíngara, ou aos privilegiados. Os rituais de magia cigana tem poder, baseado no maior poder do planeta. A natureza que Deus criou, juntamente com o Cosmos, faz naturalmente a transparência do poder divino, é o rito que entramos em contato abrangendo tudo. Os ritos de magia, são atos sagrados, que agora estará bem ao alcance da mão de quem precisa.

Estará ao alcance de quem respeita e acredita. Já que estamos intercambiando com forças naturais do universo, é acertada a decisão de revelar segredos místicos da cultura români, porque como já diz o Cigano Ramiro “Tudo que é oculto deverá ser revelado”.

Para iniciar nossa conversa sobre os dogmas existentes na vida cigana espiritual, falar destes pontos fundamentais e indiscutíveis de nossa doutrina de religiosidade cigana, é impossível desassociar vida pratica, com vida espiritual. Porque o trabalho espiritual começa, na postura da vida pratica, inibindo a vida não lidima “casar” com a vida espiritual pura. Destes pontos, conceitos que falamos, todos são de profunda e indiscutível importância na religiosidade dos ciganos. Os dogmas a serem abordados são por vezes mal entendidos até pelos que tem vontade de realmente acertar no trato espiritual.

O Povo Cigano, este povo cheio de Magia, que acreditam em reencarnação e tem muitas outras crenças espiritualistas, tem as suas próprias entidades que são seres, espíritos em evolução e que procuram o esclarecimento espiritual. Trabalhando no astral e, diga-se de passagem, trabalhando muito, são imensamente queridos por nós (descansam carregando pedra).

Esta faculdade da mediunidade, permite ao homem sentir a presença de espíritos, de diversas formas, independente de sua vontade, assim como de sua classe social ou profissão. Existe em todas as criaturas, o que se diferencia é o grau que pode ser sentido em maior ou menor condensação de energia. Pessoas que tem sentido um maior grau de condensação de energia podem aprender a utilizar estas forças astrais do universo e canalizar de varias maneiras. Então concluo que busca e estudar é o grande segredo. Este é o segredo de todos os segredos! Buscar e Estudar.

Apoio:
Estrela Cigana Espaço Holístico – Cursos Esotéricos levados a sério!
Ramasordé Romani - Cultura Cigana de Raiz




























quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Feliz Natal e Prospero Ano Novo!



Lacho Kretiuno tai Bartalo Nevo Bersh!

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Pralene das Natshyas - Celebração das Familias no ano de Yasmim

Evento Cancelado!
 Em virtude da escolha da data ser fim do mes de janeiro e inicio do carnaval, varias pessoas que gostariam de poder participar, que são nossos Vortakos de Kumpania, Seguidores de nossa Keparice, Alunos, Prals e tantos amigos que fazemos pela nossa jornada, que recebemos os pedidos de que a data fosse modificada. Em virtude disto e com pena, mais nao nos restou  outra opção, a nao ser Cancelar este Evento, para poder atender, a todos em outra data, que seja oportuna para todos. A Pralene, será realizada no Ano de 2011, em outra data a ser comunicada a todos. Grata pelo interesse de todos os amigos. E estejam sempre em contato, para saber dos novos eventos e cursos programados para iniciar um ano diferente e muito especial. 


EVENTO CANCELADO!

ESTRELA CIGANA ESPAÇO HOLISTICO & TSARA KALIMÃ ROMANI ANUNCIAM:
Evento em Janeiro (com realização no sagrado chão da Tsara Kalimã Romani):

Pralene das Natshyas - 30/01/11
Facilitadora: Shuvanni Ramona Torres (Kalin & Lilieskina)
Membro da CDCCPT – Centro de Defesa da Cultura Cigana de Portugal.
Membro da Sociedade dos Clãs de Magia e Cultura Kalon Evoriana.
Membro do Circulo de Escritores Ciganos da Ramasordé Romani.
Kalinata iniciada no Khérthia Drom em 1973
Lhaer Shuvani em Roti Diena desde 2010

Programação

Chegada: 08:00hs. + Café da Manhã
Inicio das Atividades:
09:00hs – Vourdakie Romhá (Roda Cigana com as Orações de Abertura) + Saudações a Yasmim e as Natshyas
10:00hs – Manushith das Ciganas (danças de celebração c/ os partcipantes)
11:00hs – Abjov dos Elementos (Rito de casamento dos Elementos)
12:00hs – Oração da 1ª hora aberta do dia com o rito do Sfrit Romani (Vinho consagrado a Yasmim).
12:30 - Rito de Proteção p/ o ano de 2011 (trazer 1 moeda dourada de qualquer valor e 1 pedra negra (turmalina, ônix, obsidiana, etc....)
13:30hs – Almoço / Término: 15:00hs.
15:00hs – Vivencia mediúnica sob a regencia de Yasmim
16:00hs – Práticas Oraculares
17:00hs – Sanaistk das romis c/ demonstrações de seus fundamentos e de seus aparatos.
18:00hs – Oração e louvor a Sara
18:30hs - Suryan Romani (Desenvolvimento mediúnico com louvor á Fogueira Cigana)
19:30hs – Ceia Cigana e confraternização
20:00hs – Término.
*Café da Manhã/Almoço/Ceia Cigana inclusas.

Investimento:
R$ 150,00 (pode ser parcelado até dia: 20 de Dez 1ª parcela e a 2ªp/o dia)
Após esta data: O valor será R$ 170,00 (sem parcelas
*Se houver desistência (não serão devolvidos os valores)
Dia: 30/ Janeiro/ 2011 – Domingo.
Evento realizado pelo Estrela Cigana Espaço Holístico
Local: Em nossa Tsara Kalimã Romani
Rua Sidonio Paes 119 / Bairro: Cascadura - RJ/Rio de Janeiro
Informações e Reserva de vagas: 21 3471-2114 - Elis Peralta

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Atividade Religiosa é Compromisso Ético e Social.

A verdadeira prática da fé caminha ao lado do entendimento e da valorização integral da vida. É o viver para si e para o outro que compreende a complexidade da existência e da necessidade intensa de relacionamento com o próximo como parte do processo natural da vida.

O exercício sempre conflitou de forma bastante intensa no relacionamento entre as pessoas. Testemunhar a religiosidade muitas vezes esteve ligado à demonstração da vida espiritualizada por meio da honra ao compromisso, já que não podemos medir, ou avisar a todos os que nos procuram, que não estaremos no lugar onde foi combinado o serviço ao próximo como uma forma de compromisso com Deus e com o mundo. Por muitos e muitos anos, o compromisso com a plenitude da vida em seus muitos aspectos ainda não é reconhecido por todos como deve ser a verdadeira expressão da religiosidade, na medida em que nos intimidamos com a primeira adversidade.

A vida em parceria existe desde que o mundo é mundo. O conceito de vida coletiva começa quando Deus decidiu criar o homem, e viu que não seria bom que o mesmo ficasse só, assim são as verdadeiras kumpanias.

Quando nascemos, não temos a possibilidade de escolher em que contexto, em que situações, em que ambiente ou grupo podemos fazer parte. Quando adultos sim.

As características desse panorama em que somos gerados atua em nossa personalidade de várias formas e muitos fatores influenciam nossa adaptação e aceitação desse ambiente, na forma de fraternidade, gentileza e confiabilidade.

E isso é um verdadeiro gerador de capacidades, descobertas e potencialidades – um cenário para exercício da cidadania, do ético e da responsabilidade social, sendo que não devemos combater ou apontar este ou aquele credo como mau exemplo, já que aceitamos todas pelo AMOR e compreensão pela espiritualidade, mesmo que professemos credo diferente dos demais, compreender o Astral, gera OBRIGATORIEDADE, pois quem ama, assume compromisso.

As pessoas que crescem em um contexto social considerado adverso dos parâmetros considerados normais, nascem em uma comunidade de periferia, rodeada pelos mais diferentes tipos de mazelas sociais – como fome, desemprego, prostituição, analfabetismo, violência, drogas, machismo, exclusão e tantos outros problemas característicos de espaços como esse, são também típicos de povos nomades como o Povo Cigano, mesmo assim nosso povo que nasce debaixo da lona não se rende, mesmo diante deste universo social experimentam vivências marcantes em suas vidas, tais como: compartilham as necessidades e cargas do outro; entendem as dificuldades como grandes oportunidades, quando repartidas; a luta e a revolução sendo transformadas em vitória e determinação; a vontade de crescer e o grande desejo sendo traduzido em esperança; a unidade nascendo na diversidade.

É preciso entender que é desde a infância que se concebe toda a visão de mundo e compreensão do que é a vida em comunidade, bem como entender o papel de cada um como Médium comprometido e cidadão para a transformação da realidade.

A prática da religião como compromisso ético e social, pode ser caracterizado pelo respeito e amor ao próximo, independente de suas diferenças; pelo cuidado e o zelo pela Terra, preservando; agindo de forma protagonista e transformadora nas Casas Religiosas, sendo anunciadores de boas novas e combatendo todas as formas arbitrárias que oprimam, diminuam ou excluam as pessoas; justamente porque o Povo Cigano, é Raça Excluida, buscada apenas na superficialidade por aqueles que não conseguem ver além do papel religioso (dito religioso e sem compromisso), é aquele que não pode compreender que somente sendo um verdadeiro Cigano é que virá a ser inconformado com esse século, mas transformador pela renovação de nossas mentes e ações, estando presente, mesmo quando não é um tempo propício. Só um Vortako pode entender isso.

“O vortako tribulame, ane kelimaste ano nasfalimos, ano thiorrimos tai ane martha”!
Tradução: “O amigo é para alegria, brincadeira, doença, miséria e morte”!












quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Cigana Yasmim Regente do Ano de 2011


Bem este será um feliz ano regido pela linda influencia da Cigana Yasmim. Esta amada Cigana que nos acalma nas horas mais difíceis do convívio familiar. Quando temos a sapiência vinda de um espírito como este, podemos contornar as situações mais delicadas e como Yasmim, retirar do que parece uma coisa bruta, a mais fina essência, das coisas, pessoas e situações.

Esta cigana protege laços de amizade, principalmente os que são abalados por motivos de briga por dinheiro. Determinada, não descansa enquanto não une amigos que estão brigados por opiniões diferentes ou qualquer outro motivo que seja capaz de afastar pessoas que se querem bem de verdade. Na verdade embaixo da delicadeza de Yasmim, esta a sabedoria, e a severidade de quem ama. No momento em que estamos de consumo imediato das coisas, muitas vezes acabamos por consumir, gastar dinheiro e ou palavras em algo que não nos é produtivo, e no tocante a isso, as relações se desgastam e isso descredibiliza as relações.

É neste momento que Yasmim vem com seu carinho e nos chama para a razão. Yasmim é de origem do Oriente Médio, da Ilha de Chipre, viajou muito pelo mundo, e sendo uma pessoa doce e compreensiva, conquistou muitas amizades. Talvez você se surpreenda com o fato de não se poder afirmar que um relacionamento de par ou fraterno é feliz ou infeliz apenas sabendo se coisas boas ou ruins estão acontecendo.

Pense nisso. Pense como Yasmim. Muitas pessoas em relacionamentos sólidos e estimulantes estão sofrendo algum tipo de dificuldade na vida, enquanto pessoas que parecem ter tudo que se poderia desejar encontram-se em relacionamentos que estão desmoronando. A diferença não está nas circunstâncias, mas na qualidade de ligação que existe entre as pessoas. As pessoas que mantêm relações saudáveis dividem tudo o que acontece, seja de bom ou ruim, com seus parceiros.

Ao compartilhar sua realidade, você estará compartilhando a sua vida, e os laços que se formarão durante este processo serão uma preciosa ajuda para enfrentar qualquer problema. As pessoas precisam sentir-se amadas. E quase todas acreditam que os relacionamentos amorosos irão preencher essa necessidade. Mas, se não estiver feliz com você, se não gostar de você, nenhum relacionamento irá mudar isso e você terá dificuldades para manter relacionamentos saudáveis. Relacionamentos dependem de comunicação, todos nós sabemos disso.

E comunicação significativa exige confiabilidade. Suas palavras precisam ter significado e coerência com suas ações. Expresse-se com clareza e faça o que diz que vai fazer. Sempre. Se agir assim, terá dado um enorme passo em direção a relacionamentos positivos junto aos seus pares e amores.

Falando de Magia, sua principal magia é a da união, ela apanha dois bonecos, feitos de tecido de algodão e ervas secas, como amor agarradinho, verbena, artemísia, avenca e alecrim. Batiza-os faz esta oração: “Por Deus pai, pelo Filho, e pelo Espírito Santo, estes amigos, Fulano e Fulano, não irão brigar ou cortar relações, pela força do Sol e da Lua, pelo dia de hoje, pelas horas que são, eu os conjuro a não dormir, nem comer, nem conversar, nem fazer nada em paz, enquanto não fizerem as pazes um com o outro. Por Ariana e Tarim, por São Cosme e São Damião, pela amizade das três Santas Marias com Santa Sara, pela Virgem Maria”. Amém.

Depois de rezar esta oração, ela amarra com fitas azuis os bonecos como se estivesse bem abraçados, e esconde numa caixa com pétalas de rosas. É grande o poder desta magia de Yasmim e realmente é certeira. Yasmim tem plena certeza e consciência, que quanto mais nos amarmos, mais amor poderemos doar aos nossos. Não somos limitadas (os), Yasmim concede para mães, esposas, profissionais, a fazer todas as coisas que qualquer mulher pode fazer e é justamente aqui que quebra todos os mitos deturpados que criaram diante do que equivocadas pessoas podem pensar.

Durante séculos criaram uma imagem errada das Ciganas, fomos vistas como tudo de ruim na Magia.....E ela esta aqui para mostrar que não, que tem o valor e que não aceita mais ser vista como diferente, mais sim caminhar, sempre pronta a tornar a vida em algo prazeroso e digno.

Ramona Torres

Veja Palestra de
PREPARAÇÃO ESPIRITUAL DOS CIGANOS PARA/ 2011





sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Espiritos Ciganos - Proxima Masina Dia 27 de Novembro de 2010.


São espíritos ciganos que viveram entre nós em outros tempos, que ainda em sua vida terrena, já eram mestres, de grande entendimento sobre o mundo espiritual. Já buscavam luz como forma de atenuar os problemas de ordem física, moral e astral.

A influência destes espíritos em distintos setores de nossa vida terrena e espiritual, é permitido por Devel. A Pátria de Todos é a Pátria de Luz e Afinidades Espirituais. A Pátria Espiritual de Luz é muito mais intensa, que a que conhecemos na cultura dos ciganos que ainda vivem nesta nossa dimensão de aprendizado, cito isto porque os ciganos encarnados, tem como célula mater a sua própria pátria Romhá.

A pátria espiritual é muito mais complexa porque estes mestres, tem capacidade e permissão de volitar entre as mais diferentes camadas espirituais, desde as zonas umbralinas até mais alto patamar das energias sublimadas, sendo assim grandes mestres, que trabalham e agregam os mais diferentes tipos de espíritos em suas legiões, guiando-se pela afinidade espiritual, e o desejo de voltar-se sempre para ministrar ensinamentos rômani que venham a ser auxílio de todos que buscam Luz.

Próxima Masina – Dia 27/11/2010 - Para quem deseja se consultar, deve apanhar numero, que são distribuidos as 17:00hs. A Masina começa as 18:00hs.

Atendimento Gratuito com os Espiritos Ciganos
Endereço da Tsara - Rua Sidônio Paes, n° 119 - Cascadura / Rio de Janeiro.

Dirigentes: Jutsy Elis Peralta & Shuvanni Kaló Ramona Torres.
Apoio: Estrela Cigana Espaço Holistico - Cursos Esotéricos levados a Sério.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Proxima Masina - 23/10/2010!

          Você que é Cigano de Alma, que ama nossas tradições, nossa cultura, arte e religiosidade, algumas vezes, nos seus trabalhos espirituais, se sente perdido. Digo isso com propriedade de quem nasceu debaixo de uma lona, e viveu 23 anos dentro da kumpania, sendo que a espiritualidade do meu povo sempre foi um mistério para quem não teve a oportunidade de “ser Cigano de Sangue” nesta existência.
          Para ver uma Masina tradicional na raiz das kumpanias evorianas e um trabalho lídimo, ilibado, sério, e maravilhoso para quem tem "Sede de Kumpania", venha compartilhar esta energia na proxima Masina.

Próxima Masina – Dia 23/10/2010.
*Atendimento Gratuito com Espíritos Ciganos
Endereço da TSARA: Rua Sidônio Paes nº119 - Cascadura-RJ
tsarakalimaromani@yahoo.com.br

Dirigentes: Jutsy Elis Peralta & Shuvanni Kaló Ramona Torres.
http://www.tsarakalimaromani.blogspot.com/
Apoio: Estrela Cigana Espaço Holistico - Cursos Esotéricos levados a Sério.
http://www.estrelaciganaespacoholistico.blogspot.com/

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Festa Típica Cigana

“É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã...”

“Patchangá do Kabulim”

          A Tsara Kalimã Romani, convida a todos os amigos que são “Ciganos de Alma”, para participar da nossa “Patchangá do Kabulim” que é uma Festividade para celebrar a força do Amor, venha você que esta solteiro, solteira, ou que quer afirmar seus laços de amor com o seu par, participar,  venha conhecer pessoas, fazer Amizades ou até mesmo encontrar um grande Amor.
         Venha partilhar momentos com pessoas que amam nossa Cultura e Espiritualidade e a trazem no Coração como você.
Teremos apresentações de Danças Típicas - do Ventre, Espanhola, e Cigana.
E mais:

Envio de Correio do Amor Gratuito.
Rito da Rosa Vermelha do Amor.
Sorteio de Brindes Encantados.
Analise astral da Compatibilidade Amorosa Grátis.
Queima da Fogueira da Paixão
Musicas Típicas

Traje: Típico Cigano ou Esporte Fino.
Teremos especialmente nesta data, venda de Sangria com as frutas do Amor.
Confirme sua presença.

Data: 14/Novembro - Véspera de feriado.
Convite: R$ 10,00 – antecipado
No dia: R$ 15,00
Hora: 19:00hs.
Informações: Tel: 3471-2114 (Elis)

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Festa Cigana do IADESCC - do Latchô Kalon Jucélio Fernandes

Magia para Abertura dos Caminhos de Amor

         Sabe-se que a vida sem amor, é como pão sem fermento, dizemos nós, ciganos. Hoje em dia devido a tantas atribuições, ficamos por vezes sem jeito de “paquerar”, ou mesmo devido aos insucessos amorosos, que acontecem, ficamos sem brilho e desmotivados, mas não fique assim, o astral superior, preparou uma vida maravilhosa pra você. A Cigana Madalena, pode lhe auxiliar dentro da Magia Cigana, com suas magias, a encontrar aquele ou aquela, que irá lhe ferver o sangue e aquecer seu coração. Vibre, faça e realize o seu desejo.

Magia para atrair um amor de par com a força da Cigana Madalena, a grande Senhora do Amor e do Sexo.

Materiais

1 Vela de Mel de sete horas
21 Velas Vermelhas
21 Velas Rosa
1 Quartzo Rosa
3 Rosas Vermelhas
1 Taça de Água de Flor de Laranjeira
1 Pimenta Dedo de Moça
1 Incenso de Rosa Vermelha
1 Maçã bem vermelha
Uma cartinha em Papel Rosa com os seus pedidos
Mel.
Purpurina.
Duas Velas de Coração Vermelho que se entrelaçam ou o coração que tem dois pavios.
Mente firme, forte e positiva.

       Arrume tudo, acenda a vela de mel de sete horas, acenda 1 vermelha e 1 rosa, ao lado 1 quartzo rosa, arrume as três rosas vermelhas ao lado da taça com a água da flor de laranjeira, emfrente a taça a pimenta dedo de moça. Coloque próximo o incenso e a maçã em cima da cartinha com os seus pedidos. Num pratinho (tipo pires) coloque as velas de coração e em volta um pouquinho de mel, sopre um pouquinho de purpurina em cima. Mentalize fortemente que seus caminhos de amor estão sendo abertos e que seu amor, já esta louco por você. Peça a Cigana Madalena, um amor verdadeiro, e acenda uma vela vermelha e uma rosa durante 21 dias pela manha, e reforce seus pedidos.

Sorte e quando casar me convide!
Tuximidem!

Ramona.

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Festa de Maria Cigana & Cigana Ilarim!

Dia:12/10/2010
Cascadura
Vortakos (amigos),
A Tsara Kalimã Romani, convida para a Festa em louvor a Nossa Senhora Aparecida, com festa comemorativa de Maria Cigana e Cigana Ilarim.
Para que nossos amigos possam participar desta energia festiva, com a mais pura raiz das kumpanias ciganas, pedimos a colaboração de R$ 10,00, para compartilhar e auxiliar numa Tsara de um trabalho lídimo, partilhando as Sementes de Amor plantadas neste chão. Aguardamos sua presença.

Confirme sua presença pelo telefone.
Hora: 15:00 hs.
Informações:
Tel: 3471-2114 (Elis)

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

CURIOSIDADES DA MAGIA DAS CARTAS CIGANAS

                  As Cartas do Baralho, refletem a direção da vida da pessoa, no momento em que ela esta consultando as cartas, embora também revele a profunda motivação inconsciente do passado que contribuiu para a situação presente. A observação dos símbolos desperta interesse, curiosidade, receios, esperanças e sensações que ativam o inconsciente que permite assim, o retrocesso no tempo e no espaço. Dizem do momento do consulente, à respeito de assunto específico, ou da situação que se tem em mente. Desta forma elas não buscam a predição de um futuro já traçado e sim a extensão da verdade em qualidade interna, e o significado do momento que o futuro pode refletir.

                 As Cartas tendem a expressar um período de três fases lunares, mostrando as experiências que conduziram ao tempo atual, e o futuro a conclusão natural das forças em ação neste mesmo presente. Mostram influencias, oportunidades, e motivos ocultos, muitos dos quais poderão não se concretizar em fatos ou pessoas. Uma vez que o destino que as cartas descrevem, está profundamente enraizada no inconsciente, os símbolos das cartas, auxiliam a estabelecer ligações necessárias para remeter a um conhecimento interior, aí estará a chave do segredo e o conhecimento do provável futuro. Falar das cartas   diz de um momento de muita dedicação aos espíritos ciganos,  nas noites sem dormir,  deitando no chão, para receber as mensagens de Ramiro, sem influencia da energia de outras pessoas. O que escrevo, veio, como costumo dizer “num orgasmo de palavras” escritas rapidamente enquanto conversava Ramiro comigo sobre o amor.

            Por isso tive e tenho tanto prazer de vos apresentar falando destas cartas, para que vocês possam através delas ler destinos, indicar caminhos, fazer um trabalho mediúnico na linha dos ciganos, puro, belo e branco. Que estas laminas, traga para quem as manipular, paz, prosperidade, alegria e amor, que elas possam vos preencher de tudo o de mais belo que existe, na sua vida.

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Preconceito Religioso.

Eu só soube agora, senão tinha publicado antes.

O PRECONCEITO DE QUEM PENSA COM OS PÉS

Átila Nunes

Não é possível que o Brasil esteja se transformando numa pátria dividida em segmentos religiosos. Esse comportamento é a antítese de tudo que se fala do brasileiro. Um incidente grave aconteceu na Semana Santa em São Paulo, que contraria tudo aquilo que se fala sobre o lado bom e generoso do nosso povo.
Essas fotos anexadas são do Lar Mensageiros da Luz, um abrigo de crianças, adolescentes e adultos de ambos os sexos, com deficiência, especificamente portadores de paralisia cerebral -  Atualmente atendem 38 pessoas da Baixada Santista, SP.

E de onde vêm esses deficientes? São deficientes em risco pessoal e social encaminhados pelo Poder Judiciário ou o Conselho Tutelar.

Na Semana Santa foi programada uma visita de jogadores do Santos Futebol Clube aos pacientes do Lar Mensageiros da Luz, quando seriam entregues ovos de Páscoa. Quando o ônibus parou á porta da instituição, alguns jogadores como Neymar, Robinho, Fábio Costa, Durval, Léo, Marquinhos, Ganso e Brum se recusaram a descer.

A razão? Souberam que a instituição tinha sido fundada há 47 anos por espíritas. O presidente Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro foi até o ônibus e conversou com os atletas. “Falei para os jogadores que o Santos tem que provar que não é apenas um time de futebol”. O técnico Dorival Júnior, visivelmente constrangido, disse que deixara claro que era uma atividade paralela às atividades do clube e que não era obrigatória a presença de todos. “Era pra ser algo fraterno, buscando uma troca com aquelas crianças que têm muito mais para nos ensinar do que temos para lhes oferecer” - disse o técnico santista.

Foi dito aos jogadores que o Lar Mensageiros da Luz (www.mensageirosdaluz.org.br) não era um centro espírita, tinha sido apenas fundado por espíritas. Mas, não adiantou. Não desceram do ônibus e as crianças ficaram esperando. Mais tarde, em entrevista à TV Bandeirantes, Robinho e Neymar disseram que não desceram do ônibus para visitar os deficientes que os esperavam porque “ficaram sabendo que se tratava de um lar espírita” – disse Robinho.

Essa notícia me foi trazida em plena Semana Santa pelo meu filho, Átila Nunes Neto, que estava chocado. Meu filho é um homem de 36 anos e jamais permitiu que sua fé religiosa passasse por cima dos princípios básicos da fraternidade. A maioria esmagadora do povo brasileiro, espiritualistas como nós, ou não espiritualistas como muitos, o povo brasileiro tem respeito por todas as religiões. Tem respeito pelo trabalho que todas as crenças realizam no campo da caridade.

Não há como nutrir um profundo respeito por tantos que se doaram à humanidade, como Irmã Dulce, Mahtama Gandi, Madre Tereza de Calcutá, Chico Xavier.

Sem falar naqueles que praticam a caridade no mais absoluto anonimato. Não importa a religião dos que fundaram a ABBR e a APAE. A gente aprende que na caridade não há excessos, que a caridade deve ser a felicidade dos que dão e dos que recebem.

O preconceito no caso de alguns jogadores do Santos superou o sentimento da caridade. É uma pena. Eles teriam invadido de alegria os corações daquelas crianças com paralisia cerebral.
Mas, o preconceito é uma opinião não submetida à razão.
E, as vezes, surge de quem pensa com os pés.




terça-feira, 31 de agosto de 2010

Nascer da Tsara Kalimã Romani

No começo troca de oraculos, e uma certa simpatia. Como moravámos em estados diferentes, trocas de e-mails frequentes. Convites e ideias de Elis, para eu Ramona, ministrar cursos, descobertas comuns na espiritualidade e cada vez mais nossos caminhos se foram se entrosando. Despretenciosamente, Elis, me fez um convite quando eu, Ramona, ainda nem morava no Rio de Janeiro, para talvez um dia trabalharmos juntas.

Vim ao Rio de Janeiro, e logo recebi um convite para nos encontrarmos, foi rapido, mais muito agradavel. Creio que ali, naquele momento, o mundo espiritual traçou um roteiro que nao sabiamos que iria tao longe.

Eu ao sair, senti que Elis, pela recepção que me deu, acreditava no meu trabalho, com respeito, ela identificava meu jeito (jeitão Ramona, que nao é facil de lidar) e ja começava ali, o trabalho de conquistar meu coração, sem que eu percebesse.

Como uma autentica Bába, uma cigana muito inteligente, Elis foi me trazendo, lidando com aquele jeito desajeitado de eu ser, me deixando cada vez mais entrelaçada pelos laços do amor, sentindo que o amor espiritual tinha-nos raptado, para fazer uma caravana, bem maior.

Eu, Ramona, quando vim morar no Rio de Janeiro, ja tinha projetos bem amarradinhos pela minha irmazona Elis. Começamos uma caminhada, dificil, os primeiros projetos foram bacanas, outros com problemas, depois do começo de nossa estrada, muitos problemas, ataques de muitos lados, tentaram desestruturar nossa amizade, com disse que disse, com falsas informações, tentaram jogar uma contra a outra..... Por vaidades, interesses, por gente que não gosta de ver ninguém feliz.....

Porém o mundo dos Espiritos, tudo vê. E entre nós nunca ouve entre a gente duvidas, tudo entre nós sempre foi falado, da forma mais clara, do olho no olho, da sinceridade, da confiança mútua, entao nada conseguiu nos abalar nesta caminhada...... Além disso tudo foi sendo mostrado, as mascaras caíram....Pessoas que se contra-disseram.... enfim fez-se uma peneira em torno de nós.

E caminhamos, e tivemos opinioes diferentes, mas sempre nos respeitando, sempre trocando carinho e principalmente respeito. Este ano, apos muitos anos de pedidos de liberação da divulgação dos fundamentos, primeiramente pelo astral e posteriormente pela Kumpania Kalon Evoriana de Itaguaí/RJ, na pessoa do Barô Julio Stancovisth e da Bába Gisa da Kumpania Kalon de Pirassununga/SP, chegamos a montagem do curso Tsara Gitana, que foi a ponta do percurso que teriamos que trilhar.

A ponta da egregora que ja estava firmada entre nós, estava vindo a tona. Decidimos entao fazer uma festa diferente, das lindas festas que tinham atração de dança, ou de cunho somente espiritual.

Nas nossas conversas ao pé do boldoeiro, sentadas no chão, Elis me disse: Ramona, quero fazer algo muito diferente, que abrangesse tudo isso. E tive a ideia de fazer uma festividade chamada “Mulengui Dori”, que se traduz em “Evocações”, neste dia, por recados que o astral sabe dar quando esta programando pra isso, tivemos o veredito, em forma de ordem. Entao soubemos que nossa Tsara estava pronta, ja nao erámos mais amigas que estavamos nos conhecendo, estavamos fazendo algo muito importante, divulgando conhecimentos, fazendo um trabalho espiritual serio, lidimo, e assim nasceu a Tsara Kalimã Romani.

Nasceu assim do nao reclamar, das tarefas arduas que enfrentamos, do obedecer a nossos mentores (que danadinhos, trabalham juntos lindamente) do compromisso e honradez com a espiritualidade!

Hoje nestes primeiros dias, traçamos planejamentos para anos distantes hoje, mas sei que cada vez mais, estamos entrelaçadas como nunca imaginariamos antes, e agora é só colocar a mão na massa!
Opcha! Olêa! Border! Ni Kisoua Mulós! Whuzo mi Drom!

terça-feira, 27 de julho de 2010

Iniciação Espiritual dos Ciganos



Falar de iniciatica é tao dificil quanto por em pratica. Ate porque sao pactos astrais, que muitos fazem sem o estar totalmente conscientes da responsabilidade assumida com a espiritualidade superior. Entao revelar que os ciganos debaixo dos ceus fazem um processo iniciatico rigoroso, pode causar um espanto, mas, o que vos trago é informação pura do que acontece nas kumpanias.


As crianças que revelam dons mediunicos sao iniciadas a partir dos sete anos. Ainda que um cigano possa ser iniciado em qualquer epoca da vida, com qualquer idade. Hoje como nos primordios, os direcionamentos dos ritos sao os mesmos. O que muda é o fato de estar sendo revelado aos que nao sao da kumpania, mas que na sua ancestralidade trouxeram para dentro de suas casas (casa-corpo, casa templo), a essencia dos ciganos, amando-o e respeitando, com todo fervor, e por isso foi lhes dado conhecer, o que dentro da espiritualidade, fara muita diferença na vioda de cada um. É a primeira vez, que esta sendo revelado, uma vez que nós nao possuimos leis que nos obriguem a ser iniciado, ou mesmo livros codificadores.Temos uma serie de principios basicos, aceitos por todos os ciganos salvo uma modificação ao outra conforme o cla.

É essa aceitaçao, aliás, que torna possível a fraternidade universal e a sua condiçao de grande família no seio da Humanidade, sem que, no entanto, necessite existir um cargo politico religioso como um papa, que centralize uma Ordem, que ja nos é natural.Nos naturalmente aceitamos, as condiçoes de melhoria, ate por estar no acompanhamento da evolução do planeta. Nao existe por exemplo uma sociedade politica, o que nos importa é o fator melhora da vivencia mediunica, dentro de uma sociedade gadje cada vez mais unida a nós.


Ate porque entre nós os conceitos de Fraternidade é muito forte, entre nós o fato de ser cigano, já é preponderante, para que nos aceitemos como familia, mesmo entre os rati (de sangue) para com os ciganos de alma. Por isso carinhosamente nos chamamos todos de primos. Um dos prinicpios da iniciação dos ciganos, é estar conectados com o astral superior o tempo todo e isso nos impoe uma postura terrena, que consiste em que estes que vem principalmente pelos laços do amor (apos analisados, muito analisados), serem reconhecidos como irmaos, e assim devemos trata-los no tocante ao prestar auxilio e proteção.Somos um povo perante as leis espirituais do “nao proibir”, porem que cada um saiba o onus que tera com suas proprias açoes.

Ate enato para nos o que une é o amor, e todos durante as iniciações sao “bebes que estao acordando”. E apos despertos serao todos ciganos aptos ao grau de liderança elevado a um Barô espiritual, isto justifica o fato de a iniciação ser tao longa (sete anos). Cada cla astral tem forma propria e metodos proprios de trabalho, embora as diretrizes dos trabalhos astrais sejam as mesmas em todos os clas. 


O que lhes cito aqui é em torno da iniciatica Kalon evoriana, o que abrange uma boa parte dos kalons ibericos, excluindo-se, o kalon Latacho, porque acreditamos que estes ja nascem iniciados na magia dos ciganos.

Sao ritos da iniciatica, e a existencia significa que eles devem ser aplicados na pratica, embora a obediencia seja o fator de maior importancia em toda a vida mediunica dos ciganos. O nascimento da convenção dos ritos iniciaticos foram consolidados no passado, nos primordios e como nossa tradiçao é oral, nao temos documentos que atestem o ano, porque para nós ciganos, isso nao é importante. Mas acreditamos que tenham sido convencionados durante os terriveis anos da Santa inquisição, para que todos os iniciados em qualquer “passo” pudessem se livras das garras dos Tribunais do Santo Oficio.

No que chamamos de “Khertia Drom” (o Papel do Caminho”, papel no sentido de missao), trabalhamos em torno de aprender os ensinamentos e nos qualificar para o trabalho astral, porque este tanto representa em muitos casos a subsistencia material dos ciganos, e tanto quanto seguir as regras, do trabalho para o qual foi preparado.Os estudos de outras artes, como astrologia, magia elemental, magias dos cristais e velas, evocações serao complementares na magia de trabalho dos ciganos. 


Isso fez com que pudessemos evoluir e ate mesmo iniciar um começo de revelações nesta nova era. Afinal o ocultismo que faz parte naturalmente de nossas tradições deve ser partilhado tal qual como o pao. Sei que tal atitude ainda encontrará diversas reações, e muitos mesmo dirao que nao ha iniciatica nenhuma! Pero como me coloco a serviço dos espiritos, a eles me reporto, na intenção de fazer publico estes ensinamentos, para que cresça ainda mais o cla que trabalha na seara de Cristo. O que cada um vai fazer apos conhecimento, pertencerá a estrada de cada um. 


Como creio no amor aos espiritos ciganos, sei que o direcionamento ha de vir, no trabalho do bem, creio nisso. E os ritos, as cerimonias, sao e tem carga simbolica dos laços que estamos fazendo, e isso marca profundamente (atraves de sensações) o espiritos de quem se submete a tais ritos.

 Existe uma linha de pensamento que aquele que se submete leva para a sua vida pessoal o mesmo padrao de comportamento de sua vida espiritual. Como diz a biblia: “Devemos preservar os misterios. A palavra, os sinais e as regras”. Sendo que acreditamos que o iniciado, sendo conhecedor da palavra (digo das palavras), da importancia do trabalho, e as regras, ele nao se desvirtuará do seu dever.

Somos um povo mágico, enérgico e passional. Somos peculiares dentro do nosso próprio código de ética; honra e justiça e senso no sentido e sentimento de liberdade que contagiam e incomodam qualquer sistema. Mas nossa comunidade ama e respeita a natureza, os idosos e todos os membros do grupo educam as crianças de todos, dentro dos princípios e normas próprios de uma tradição puramente oral, cujos ensinamentos são passados de pai pra filho ou de mestre para discípulo, através das estórias contadas e das músicas tocadas em torno das fogueiras acesas e das barracas coloridas sempre montadas ao ar livre (mesmo no fundo do quintal das ricas mansões dos ciganos mais abastados).


Para nós, a Lua Cheia é o maior elo de ligação com o "sagrado" quando são realizados os grandes festivais de consagração, imantação e outros festejos em geral. A celebrações da Lua Cheia, acontece em torno das fogueiras acesas, do vinho e das comidas, com danças e orações. Somos atentos observadores do Céu e verdadeiros adoradores dos astros e da magia elemental. Estamos sempre atentos para os ciclos naturais, através dos quais desenvolvemos poderes mágicos.

Na culinária a alquimia é feita com amor e encanta quem se alimenta e nutre o espírito, são indispensáveis: o cravo, a canela, o louro, o manjericão, o gengibre, os frutos do mar, as frutas cítricas e as frutas secas, o vinho, o mel, as maçãs, as pêras, os damascos, as ameixas e as uvas que fazem parte inclusive dos segredos de uma cozinha deveras afrodisíaca. O punhal, o violino, o pandeiro, o leque, o xale, as medalhas e as fitas coloridas; a coruja, o cavalo, o cachorro e o lobo são símbolos sagrados para nós. A verbena, a sálvia (que deve ser cultivada sozinha, por que é muito ciumenta), o ópio, o sândalo e algumas resinas extraídas das cascas das árvores sagradas, são ingredientes indispensáveis na manufatura caseira de incensos, velas e sais de banho, mesclados com essências de aromas inebriantes e simplesmente usados no dia-a-dia, nos contatos sociais e comerciais, nos encontros amorosos e principalmente nos ritos iniciáticos, de uma forma sensível, conferindo grandes poderes. 


Nós vivemos de acordo com a natureza das coisas e os grandes barôs dizem: "A sabedoria é como uma flor, de onde a abelha faz o mel e a aranha faz o veneno, cada uma de acordo com a sua própria natureza". Todos acham que conhecem os ciganos. E de uma maneira geral são poucos os que não exprimem de uma forma categórica o seu conhecimento sobre nós. Existem mesmo "especialistas" que falam sobre as questões ciganas. Mas na verdade o que se tem são ideias que se foram construindo sobre os ciganos a partir do século XV e que se foram rapidamente cristalizando sob a forma de estereótipos. Nós somos pouco conhecidos. Na realidade o que se manifesta em relação a nós é um certo romantismo.

A iniciatica da ancestralidade imaginada nos remete para a necessidade de questionar a nossa relação com a espiritualidade e a beleza dos espíritos ciganos. Somos um povo que possui rara beleza, exala sensualidade, transmite segurança para aquele que nos procuram; somos fortes e determinados quando assumimos um trabalho, não deixando nada para depois; somos médiuns de personalidade marcante, severa e disciplinadora, ao mesmo tempo em que somos ternos e doces. 


Muito dizem de sermos passionais, emocionais e por causa disso mesmo é que procuramos sempre auxiliar as pessoas de maneira inconfundível e decisiva. Auxiliamos também de maneira marcante as mulheres que recorrem a nós com problemas de fertilidade ou de ordem sexual. Damos grande valor ao conceito família. Já que pelo lado espiritual somos todos aparentados.

Magia do Cigano Juan para Prosperidade

Rezar com uma vela vermelha acesa, durante cinco dias. Acender, rezar tres vezes seguidas, e apagar a vela. Usar no dia seguinte, no ultimo dia deixar queimar até o fim. 


“Cigano Juan, grande guardião, vós que conheceis os quatro cantos do mundo, busque energias da Prosperidade, das cidades altas da Espanha, dos Desertos do Egito, dos altos Mares do mundo, das Tannuris Marroquinas, de todo canto que possa beneficiar este ambiente, e que minha aura fique encantada, fazendo com que tudo que eu possa tocar fique encantado.
 Pelo ardor da vela vermelha, pelos poderes do açúcar, por este dia de hoje e pelas horas que são, que venha a mim sem atropelos, sem trancos nem solavancos, seja pelo encanto e pela magia, toda o ouro do mundo. Que as energias douradas dos tendais do mundo onde passaram os ciganos, velhos, novos, encantados e de ouro, venham ate mim. 
Pelos poderes do ouro, eu afirmo e digo: Água e ouro, ouro e água, deserto rico, assim encanto e uso, pois na minha vida, água e ouro não hão de faltar. Pelos segredos das turquesas, pelos portais das magias do ouro, aos ciganos que nasceram, e aos que ainda vão nascer. Pela força do caminhar dos ciganos no mundo. Enfrento e venço nos caminhos, com a força de Juan, pela cruz e pela rosa, pelo negro e pelo branco, a força do ouro cigano estará sempre comigo, nada ha de me faltar”.

sábado, 10 de julho de 2010

E foi assim com o Tsara Gitana


           Cada vez que se da um passo para frente, quem teve a perna quebrada por sua propria imprudencia e nao pode acompanhar, puxa os passos para tras.



           Sou kalin sim, sou luso brasileira, estou fazendo acá, hoje, o que muitos pensavam que nunca aconteceria: Libertação dos conceitos religiosos de kumpania, estrutura espiritual e iniciaticas romanis. Pois é minha gente, o tempo nao para, ja dizia o poeta. A dinamica dos espiritos, é muito maior quer a nossa, a coisa veio a publico sim, atraindo milhares de pessoas, ciganos lidimos, de alma, e sao pessoas que querem beber na fonte evoriana, ainda que digam que em Portugal nao ha mais ciganos...



         Isso incomoda, isso fere, quem quer que o segredo e a dinamica fiquem estagnados, para que com seus meios escusos, enganar, trair, ludibriar as pessoas de boa fé.



          Quem entra na chuva é para se molhar, ja dizia minha avó, nao é mesmo? Sei disso muito bem, Mas evoriana como sou, que comi dentro das barracas, comidas feitas no fogo de lenha de salgueiro, aprendi a ser madeira, a durar, a resistir, a nao ceder à pressoes, nem me abalar com os pregos que furam minha casca, que ferem o externo.



          Pois sei que tenho raizes muito profundas e fortes. Os pregos e ventanias, batidas no meu tronco, sempre existirão, pois o incomodo é um só. É porque libertando preceitos, ate porque fui autorizada por isso, tanto na terra, tanto pelo astral, isso descortina os misterios trazendo clareza e luz. As pessoas sentem, recebem respostas do astral, nunca antes reveladas e a perseguição se faz por isso. Porque o “Conhecimento Liberta”!

Por Ramona Torres. E gratidao ao Curso Tsara Gitana, gratidão a Elis Peralta, e aos meus alunos – Cícero, Tania, Andrea Reis, Luciana, Helen Cris, Tania Nit, Sonia, Paola, Monica, Val, Cristiane, Darlene, Leila e Bruno, Roberta, Dalva, Isabel, Adriana, Salles, Marilia, Monica Dias e Elailson, Jeanne, Jorge, Janaina, Eliane, Lucia, Meire, Fabiano, Alexandre, Andreia Guerra, Celi, Taise, Ana, Taisa, Marco Aurelio e Luciana, Maura, Telma, Henrique, Nilton, Elis, Margareth, Vera e Samira, pela força, pela luz e porque nao me deixam desistir da luta! Lacio!


segunda-feira, 28 de junho de 2010

Minha participação no quadro do Dicró no Fantastico!



Foi muito divertido, a gravação foi bem mais longa do que apareceu, mas foi tudo num clima de bom humor e todos foram muito respeitosos e delicados, eu adorei! E no ar apesar de poucos minutos, achei tudo muito bem cuidado. Agradeço a todos, em nome de todos os Ciganos, em especial os Kalons, o respeito com a nossa Magia, de coração!
Meus Agradecimentos a esta competente e carinhosa equipe:
Felipe Wainer,
Marcela Amodio
Dario Menezes
Flavio Lordello

O divertido e respeitoso, Dicró

E também minha querida amiga, Danielle Viana

domingo, 13 de junho de 2010

Portugal em mim!

Castelo dos Mouros
       Ontem fui a Sintra. Primeiramente subi as longas estradas de serra que da acesso ao, dos mais belos lugares que a presença dos ciganos já pode ver, pode pisar com toda a intrepitude dos apaixonados. Senti como uma terra minha, que esta em mim, foi preciso sim, peregrinar por todos os recantos tradicionais onde passaram os meus ancestrais.
        Estive no meu Portugal, cheio de histórias de feitiçaria, como a ver com graça um mármore raiado daqueles que somente em Sintra se pode ver.
       Ao chegar, na noite alta, um cálice de conhacque, como tomamos nos acampamentos para fugir do frio lusitano. Depois um copo alto de água fresca. Fui a Sintra despertar olhares, longos e pertubados com a minha presença. Tao alta, a cigana de botas, toda vestida de encarnado, visto quando foi tirado o sobretudo. As pulseiras fazendo barulho...... coisa de ciganos.........
       Ainda na noite fria observei, que minha alma passava como eu fazia em criança, andando com as saias esvoaçantes pelos centiares, onde eu mesma fui pela manha, revi os paredões de pedra, onde eu acreditava morar Arangelou-dã. Coisas de menina, impressionada, com a mula sem cabeça, o lobisomem, o saci que roubava as tsaras....... custei a entender que era o dinheiro gasto sem permissão dos maridos.....
        Parecia que estavam la, Cruges – o Maestro, Carlos, Alencar, e que a fumaça do pafeito subia entre as combinações que dariam rumo  a toda kumpania. Um tela sublime.
       Pela manha, fui até a querida Quinta da Regaleira, onde nos meus sonhos “avrasileirados”, acreditava que Carvalho Monteiro havia feito o poço iniciatico, a pedido dos reis, para la, jogarem os ciganos................. Depois de muito tempo, quando eu já nao era uma djulli, vi o que representavam os símbolos mitológicos, esotéricos, os deuses, jardins e grutas, um mundo a ser descoberto.............Fantastico!
        No Palácio da Pena, logo vi (descobri) porque os Evorianos apaixonados de pouco, mudavam para Sintra, tantos Jardins, Lagos, Fontes e Mansões, que traziam a inspiração para nossas danças, magias e nossa clientela de mulheres que sofriam do mesmo mal de amor, que nos afligia! Ha Pena! Pena do nome do Palácio, pena das pessoas que no frio portugues não tem com quem se aquecer!
       E vi tambem porque nos idos de Dom Fernando de Saxe-Coburgo, tinha tanta paixao que saltava dos olhos negros das ciganas, que tanto magiavam, quanto amavam.
        Lembrei das queixadas de leite, tão amadas pelos sintrenses e por toda a terra dos descobridores das Indias, donos de uma gastronomia que enlouquece hoje qualquer cardiologista, lembrei dos seus porques.  Onde as moças aprendiam com as romies a colocar um ingrediente totalmente humano, feminino e secreto, mas que enfeitiçava o homem amado e que era servida só pra ele, na boca!
        A subida pelas ladeiras, o ar puro, as quintas tão visitadas das Consuelos e Judiths, no caminho do Castelão dos Mouros, que faziam e fazem a alegria masculina de Sintra e garante o ar amoroso, que sustenta o funcionamento das Ofisas.
         No Castelo dos Mouros com suas diversas muralhas e fortes, onde pisei, tambem vestida de vermelho, em outra época, marca a presença arabe que tanto se ve na Europa, na Árzua espanhola dos ciganos, na Praça do Giraldo, na Balada das Bicicletas em Leiria, enfim em tudo e principalmente nos olhos quentes e apaixonados das ciganas.
       É ontem quando desci aos centiares, vestida de vermelho, com minhas saias, com meus cabelos negros aos ventos, vi que sou cigana, que tenho sangue quente, que sou feiticeira. Percebi no olho da pessoa, encanto, paixão e um certo temor de se perder naqueles cabelos.......... Não pude evitar, afinal Sintra é feita para os amantes! E que debaixo do céu lusitano, tem que haver suspiros de paixão, de amor, de saudade, pois só este ingrediente é que move o mundo!


Escrito regado a vinho da Quinta dos Amores, em Paredes/PT, nas conversas com Titi Rosário.

sexta-feira, 4 de junho de 2010

Hierarquia e Estrutura Espiritual da Tsara Gitana

Para começar a falar disso de como funciona a hierarquia e estrutura da família, da existência carnal e espiritual dos ciganos tenho que começar falando da mulher cigana. Para nós que vivemos dentro de uma cultura intrinsecamente machista, temos um papel muito forte, afinal os dons mediúnicos da mulher são sempre considerados, apesar de aparentemente sermos mais frágeis, mais sendo presença indispensável tantos nos cultos quanto nas casas e barracas. Afinal qual é o homem, baro, dirigente, filho, irmão, marido, sobrinho, melichs, ratói ou qualquer homem que saia para tomar uma decisão forte e que altere as vidas dos ciganos sem consultar as formas mediunicas, trabalhadas pelas mulheres do cla.

Na vida espiritual é a mesma coisa. A estrutura dos acampamentos e da vida dos ciganos também é considerada como estrutura espiritual, ate mesmo porque os espíritos ciganos já foram pessoas encarnadas um dia, então a estrutura espiritual vem do mesmo jeito. Através de confirmações hierárquicas, e os cargos são: Melichs, Kalinata / Ratói, Manouche / Puri Day / Shuvani, Barô / Bába. Seguindo as classificações ergomínicas que os rons utilizam para nomear os grupos, também utilizamos nomes em romani para poder definir missões espirituais. O primeiro cargo pode ser realizado em qualquer idade e por ambos os sexos, mesmo que a pessoa tenha sido iniciada no Khértia Drom ou nao e esteja nos últimos cargos a serem realizados.

Geralmente nós ciganos somos iniciados aos sete anos quando após saber a que elemento pertencemos e se temos missão mediúnica. Mesmo tão cedo nós ciganinhos já presentes ao trabalho espiritual, realizamos o trabalho de auxiliar e trazer os recados dos espíritos quando estes estão incorporados, traduzindo o que eles falam, servindo os chas, vinhos, cigarros, pafeitos, é o trabalho mais sublime, sem o qual não se faz culto. O melich (que em romanes quer dizer ajudante ou auxiliar), serve tanto para a ciganinha quanto para o ciganinho, eles são responsáveis pelo cuidado das ofisas, mesas, tchaios e aparatos mediúnicos em geral. O segundo cargo deve ser dado após o fim do Khértia Drom e pode se estender durante ate 30 anos do servir, embora muitos aos 20 anos já se mobilizem e trabalhem dentro dos cargos superiores, mas sem voto dentro dos acampamentos, sempre só utilizando a dar conselhos.

Ambos podem ministrar o Khértia Drom. Dependendo da pessoa e do trabalho que ela exerça tanto espiritual quanto de ramasordé, é o cargo que a maioria dos ciganos ficam a vida inteira e quando mudam de função acabam não largando as tarefas, visto que estão tão acostumados que já fazem naturalmente. A Kalinata (mulher) ou Ratói (homem), tem aqui as mesmas funções que é cuidar para que tudo aconteça dentro do trabalho espiritual ou de kumpania. Verificam a segurança do acampamento, ou tsara espiritual, cuidam dos que guardam (espíritos), de todos os aparatos, dão ordens aos Melichs, são os olhos e ouvidos dos Barôs e Bábas.

São os mais cobrados tanto espiritualmente quanto nos seus acampamentos de origem. Um Barô ou Bába, se verem algo errado chamarão um deles e os encarrega de resolver o problema, as Vourdakies devem ser realizadas por Kalinatas e Ratóis, que devem conhecer seus fundamentos profundamente. Dificilmente durante o exercer deste cargo se opõem ou desobedecem as ordens dadas. A Kalinata (que em romanes quer dizer “Operaria”), é uma mulher que quando exerce seus conhecimentos com padrão de comportamento impecável, são pessoas muito consideradas, e tem autoridade para chegar ate o Barô sem marcar, independente de ela ser mãe ou não, que é uma coisa que da autoridade a mulher.

Embora ainda sem voto, são ouvidas porque estão dentro da kumpania ouvindo a todos. O Ratói (que em romanes que dizer “Sabedor”), é o homem que decide junto da kalinata tendo as mesmas atribuições. Astralmente e fisicamente é o homem que coloca verdadeiramente as mãos para resolver o que deve ser feito. Dentro das Tsaras fisicamente, dentro do mundo encarnado que temos, dentro do mundo espiritual também. Independente dele ter constituído matrimonio ou não.

As fogueiras, são tarefas exclusivas dos Ratóis, tanto a arrumação, quanto acendimento e definição do que fazer com as cinzas que geralmente são entregues as Kalinatas. Após 20 anos ativos e com autorização pedida e dada, ou 30 anos ativos sem pedidos de autorização, tanto a Kalinata quanto o Ratói, podem passar pelos ritos de Roti Diena e serem chancelados por um Barô ou Bába, para ter outras atribuições. A mulher Kalinata, terá um grau nesta estrutura diferente do homem, depois do Roti Diena, ela conforme o clã e origem ela receberá a função de Manouch (que em romanes é nome de clã e quer dizer feiticeira), Puri Day (que em romanes quer dizer
Matriarca, sua palavra é chanceladora, principalmente na magia), Shuvani (que em romanes quer dizer Sacerdotisa, que trabalham na Ramasordé).

Elas podem ter descendência de qualquer linhagem de clã, será considerado pelo clã de origem. O Clã tanto de origem encarnada como espiritual será considerado, dado o nome a ser definido pelos espíritos. Todas terão a mesma atribuição, orientar as kalinatas, Ratóis e Melichs. Execer voto, direitos a palavra, a ramasordé, e a se casar sem autorização do Clã. Assim como ministrar o Roti Diena. O homem não passa por este estagio intemediario, ele é logo chancelado Barô. Por isso os ritos diferenciados e separados. Apenas em toda a estrutura encarnada, um clã dispensa estes ritos, que são os Kalons Latatchos, que são tidos nos clãs astrais, como prontos para o trabalho espiritual. Após 15 anos as Manouchs, Puri Day e Shuvanis, podem ser indicadas para ocupar o cargo de Bába.

A Bába que tem tanto poder quanto o Barô embora necessite da concordância dele para casos mais graves, tem poder de autorizar, mandar, esclarecer, definir e outras atribuições, somente sendo exclusa do Kris Romani, onde somente homens podem estar. Para os Gadjós: Desses cargos expostos a pessoa que fizer parte de uma tsara como médium, poderá após autorização astral, passar pelos ritos de preparo para o trabalho astral, embora possam exercer os cargos de Melichs, Kalinata / Ratói, Manouche / Puri Day / Shuvani, nunca serão chancelados Barôs e Bábas. Os espíritos que dirigem as tsaras é que tem estes títulos.

Algumas vezes as pessoas chamam os dirigentes, mas em virtude do carinho que se desenvolve em torno dessas pessoas não porque elas sejam de fato, a não ser que sejam ciganos de sangue, até porque não existe Barô e Bába que não sejam ciganos de sangue. O que pode ser alterado em casos específicos, devido as precisões, as idades podem ser diminuídas para os casos de necessidade extrema, se não tiver mais ninguém para ocupar. Porque a idade para nós é algo muito importante, já que com a vivencia se ganha maturidade. Os dirigentes independente do sexo serão chamados de Jutsi (que em romanes quer dizer “Soldado”).

domingo, 30 de maio de 2010

“Prasnikos” (Festividade Religiosa, em louvor aos Ciganos Astrais e seus Clãs).


Quando se fala em Prasnikos, os olhos negros dos Ciganos do Ramalhete Kaló brilham, brilham porque estamos falando de algo muito mais profundo, dos ritos mais puros de nossa Religiosidade. Estar dedicando um dia de nossas vidas a primar na intimidade dos Espiritos, dos grandes Clãs, a festejar com todo nosso coração, nos deixa muito felizes, como um dia de lua cheia, ou uma slava de Lacha Sara, que nos acaricia durante toda a vida.
Acordar sabendo que uma Vourdakie nos espera significa sublimar nossa essencia e existencia humana. Pois a leveza de quem participa dos ritos de acampamento, deixa um encanto indelével, como se a egrégora dos Ciganos Espirituais, influenciassem nossos atos, açoes e pensamentos apos entrar em contato com ela (e isso realmente acontece).
A Praliphen dos Mestres, tras para nossa vida, afirmacao mediunica, desenvolvimento no trabalho com estes mentores que tem muito a fazer, em nós, tanto nos indicando o caminho, tanto quanto nos auxiliando com suas graças que reverberam entre tantos que nos acompanham, são diamantes postos em nossos caminhos que iluminam todos que nos rodeiam.
Nós Ciganos da Ramasordé Kaló quando autorizados pelo Mundo Espiritual e pelo Barô, ficamos felizes de poder levar ate aos ciganos de Alma, essa vivencia de dentro da Kumpania, com toda a sua intensidade, brilho, e sobretudo de Ankerd (acordo, compromisso), com a sua vida espiritual. Por isso que, sinceramente quando se participa de um encontro destes, quando acaba, nao se sabe muito bem dizer como foi, se sente a energia destes amigos astrais que nos elevam, que trazem toda a forca da Kumpania Astral, para que possamos sair fortalecidos, com os caminhos livres, liberados, para que a caminhada seja permeada de Luz e discernimento, que faz a calma em nossos corações para a escolhade todas as questoes esteja  dentro da acertividade tanto espiritual quanto material.
A Festividade dos Prasnikos compreende tudo isso. Tudo o que puder ser pensado em termos de energia cigana para aparatos mediunicos, com os quais trabalhamos, dos agradecimentos, da possibilidade do trabalho Espiritual dentro de uma energia de raiz e livre para adentar na Seara do Cristo, voce encontra no Prasnikos.
         Tudo isso para quem esta verdadeiramente correspondendo aos anseios de sua alma romani, e sente todo o colo  do Povo Cigano.
         Costumo dizer que os que tem o pé na Tsara, na barraca,  trazem em sua existência, um amor que transcende ao tempo, ao espaço, a raça, ao fisico, e a tudo. Pois estas pessoas já foram ciganas em algum tempo,  no Prasnikos, se encontra alem do trabalho astral, a leveza que a espiritualiadade dos ciganos tras, beneficiando a quem se aproxima dela com amor.
         O “Prasnikos”, imanta os participantes com um dia vivido dentro da magia dos acampamentos, com a intimidade de quem nasceu na Kumpania. Quando convidamos aos amantes de nossa cultura, aos ciganos de alma a estar dentro de nossa Tsara, concluo que alem de fazermos com toda alma,  é uma oportunidade única  de conhecer alguns dos sacramentos da liturgia dos ciganos.
         Assim podemos entender melhor as ciganas e ciganos astrais que nos acompanham, porque nos escolheram para esta jornada, fazendo um elo mental para que quando no trabalho espiritual, possamos ter calma, inteligencia, calor e harmonia nas questoes, avaliando bem o que queremos, precisamos ou o que realmente faz parte de nossas reais necessidades.
E assim posso dizer queridos amigos, que rogo ao Astral Superior, que o dia do Prasnikos seja um dia de fortalecimento, de troca de amor, de honra ao Povo Cigano, para que estando dentro da Tsara, possamos festejar e espalhar o amor puro pela natureza que Deus criou, e por estes espiritos que nos acalentam, cuidam, e nos amam.
Reforço o convite, venha neste dia, esteja junto a força mais pura da Kumpania Muló, que só faz bem a sua vida!

Pachí Drom (Honre seu Caminho)!

Evento Inédito!!!! Assegure sua participação!
Dia: 22/ Agosto/ 2010 – Domingo.
Local: Estrela Cigana Espaço Holístico
Bairro: Cascadura / Rio de Janeiro
Informações: Elis – 21 3471-2114 - 7863 4215.