sexta-feira, 1 de outubro de 2010

CURIOSIDADES DA MAGIA DAS CARTAS CIGANAS

                  As Cartas do Baralho, refletem a direção da vida da pessoa, no momento em que ela esta consultando as cartas, embora também revele a profunda motivação inconsciente do passado que contribuiu para a situação presente. A observação dos símbolos desperta interesse, curiosidade, receios, esperanças e sensações que ativam o inconsciente que permite assim, o retrocesso no tempo e no espaço. Dizem do momento do consulente, à respeito de assunto específico, ou da situação que se tem em mente. Desta forma elas não buscam a predição de um futuro já traçado e sim a extensão da verdade em qualidade interna, e o significado do momento que o futuro pode refletir.

                 As Cartas tendem a expressar um período de três fases lunares, mostrando as experiências que conduziram ao tempo atual, e o futuro a conclusão natural das forças em ação neste mesmo presente. Mostram influencias, oportunidades, e motivos ocultos, muitos dos quais poderão não se concretizar em fatos ou pessoas. Uma vez que o destino que as cartas descrevem, está profundamente enraizada no inconsciente, os símbolos das cartas, auxiliam a estabelecer ligações necessárias para remeter a um conhecimento interior, aí estará a chave do segredo e o conhecimento do provável futuro. Falar das cartas   diz de um momento de muita dedicação aos espíritos ciganos,  nas noites sem dormir,  deitando no chão, para receber as mensagens de Ramiro, sem influencia da energia de outras pessoas. O que escrevo, veio, como costumo dizer “num orgasmo de palavras” escritas rapidamente enquanto conversava Ramiro comigo sobre o amor.

            Por isso tive e tenho tanto prazer de vos apresentar falando destas cartas, para que vocês possam através delas ler destinos, indicar caminhos, fazer um trabalho mediúnico na linha dos ciganos, puro, belo e branco. Que estas laminas, traga para quem as manipular, paz, prosperidade, alegria e amor, que elas possam vos preencher de tudo o de mais belo que existe, na sua vida.

6 comentários:

Orquide@ disse...

Oi! Gostei muito de seu blog. Aprecio essa cultura, até porque, desde que me entendo por gente, tenho afinidade. Não sou cigana de sangue, mas tenho mediunidade aflorada. Desde pequena converso, vejo e interajo com o mundo espiritual. Minha família, no início, teve medo e receio, mas por mim mesma busquei o caminho da religião. Desde pequena tenho atração por oráculos, pedras, cristais e cartas. Meu pai possuía um baralho para jogo comum, que quando me dava aquela "inquietação", pegava para TIRAR O FUTURO. Sentava no chão com minhas almofadas e abria o jogo de várias maneiras. E SEMPRE TINHA ALGO À FALAR. Por isso, meu pai escondia o baralho de mim e brigava comigo sobre ler tais coisas. Mas eu sempre os encontrava, não importava onde os escondia.
Falei um pouco da minha vida espiritual, para que você entenda e possa me auxiliar no que vou lhe perguntar. Bem, hoje com 33 anos, tenho maior conhecimento sobre a religião, já que por mim mesma busquei o conhecimento. Hoje, após passar por umbanda e Kardecismo, estou iniciando minha jornada no candomblé, o que me faz aprender mais e mais. Mas sempre tenho minhas cartas ciganas, que ganhei de minha irmã, na infância, para que meu pai não mais brigasse comigo. Mas, na umbanda e candomblé nunca senti proximidade de entidades ciganas de modo que pudessem falar e expressar sua natureza(não que eu saiba). Acredito que talvez, ainda não houve oportunidade para esta aproximação acontecer. Mas hoje, consultei o tarot para perguntar sobre tais entidades em minha vida e o tarot me respondeu que os tenho sim, mas ao perguntar possíveis nomes, não tive respostas. Isso me deixou EXTREMAMENTE CURIOSA!!! Será que você poderia me ajudar a desvendar este mistério, amiga? Senti em você uma aura de imensa paz e verdade. E desde que comecei a transitar pela religião umbandista, tive tal curiosidade. Tenho um altar com o busto de Santa Sara kali, onde coloco meus cristais, minhas velas, meu punhal cigano, minha bola de cristal. Sempre coloco algo para beber e algo como frutas, ou farofas com mel e frutas. Busco sempre cuidar destes seres tão iluminados. Um dia, fui convidada para uma festa cigana e lá, uma entidade me falou que eu não poderia esquecer de minha cigana. Isso me deixou muito surpresa, já que sempre achei que com meu altar, estava cuidando deles. Afinal, nunca se aproximaram tanto, como os outros espíritos como minha pombagira o faz e outros também.

Bem, amiga já que sinto que agora eles estão tentando algum contato, você poderia me ajudar? Espero ansiosamente uma resposta sua. E fique na paz que você emana sempre!

Ramona Torres disse...

Oi Orquídea!
Fico feliz de teres gostado do blog, é um rabalho que faço com imenso prazer.Baralho e cigano saocorpo e alma, nao em como separar.... rsrssr..... Espiritos saonossos amigos e vc tambem sabe que os ciganos espirituais sao como os encarnados temos tres nomes, e talvez nao seja a hora de eles lhe dizerem nomes, mas isso nao quer dizer que nao estejam ao seu lado.
Assim para te auxiliar, somente com questoes especificas em relaçao ao nossa cultura, coisas mais detalhadas, voce pode encontrar em um dos meus cursos no estrela cigana espaço holistico.
Acesse www.cursosderamonatorres.blogspot.com
bjs
Ramona.

MODATUAL disse...

ramona e elis.....
passo por aqui pra deixar registrado que estou mto agradecido pela atençao q vcs tem dado ñ so pra mim como pra quem ja frequenta a tsara.fui mto bem recebido e a energia q emana dessa casa e mto positiva.mto obrigado por tudo.contem sempre comigo qdo precisarem.

tininhadundun disse...

bom dia sra. ramana a cada dia me apaixono mais pela cultura na verdade a paz que sinto quando vou a mazina e so fui duas vezes la e maravilhoso e lugar de mt paz pretendo ir sempre o seu blog e mt bom obrigada pela tranquilidade a paz e aluz que sinto quando vou a mazina que a luz dos anjos sempre lhe fortaleça

tininhadundun disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Kassandra Luna disse...

Olà Ramona..
Bem me sinto honrada em poder te escrever,me chamo Alessandra e sou tarolaga.
Quando iniciei a Jogar cartas eu estava com 17anos, me lembro de um sonho onde eu corria de uma cigana e ela me prendeu na porta de uma igreja onde colocou um baralho em minha mão e ele virou fogo, e na outra uma imagem de santa Sara. Depois disto aprendi a jogar baralho cigano, a quiromancia, jogar com moedas e também ler a aura.jamais fiz um curso e sinto que tenho muito ainda a aprender.Divido isto com vc hoje pois a mulher de meus sonhos me lembra muito vc, e ela disse- me que pertence a "tsara " calon. Bem deixo aqui meu abraço e que santa Sara te abrace por mim.
Bjs e luz de sua irmã kassandra.