domingo, 3 de abril de 2011

Pré Conceito II

Quando se fala em preconceito, muito se diz e quando eu digo, me acompanhem e veja o que é preconceito, as pessoas dizem: que besteira, que absurdo! Mais saia vestida de cigana, com seus coloridos a mostra, saia, experimente. O taxi não vai parar pra voce, nem o ônibus, e quando entrar no restaurante, o garçom desconfiado vai lhe atender diferente tipo, estou de olho em você, sua ladra! É o que ele diz com os olhos.

É difícil ser cigano. É difícil ser cigano nesta terra que é a terra prometida. Hoje quando eu entrava na escada do meu apartamento, que é no bairro de Pilares, em pleno Rio de Janeiro, as 20:00hs. Um senhor que estava no ponto de ônibus, olhou muito desconfiadamente, e quando deu 05 minutos depois ele tocou todas as campainhas do prédio, inclusive a minha. E quando minha vizinha atendeu, ele disse: - entrou uma cigana ai, toma cuidado porque eles são ladrões e perigosos! Minha vizinha disse: - Ela é um amorzinho! É não, o senhor não a acontece, é correta, discreta, amiga. Eu a ouvi dizendo pois estava descendo. Quando ele disse: - Toma cuidado senhora! Estes ciganos são muito ardilosos. Ela mais uma vez disse: Se o senhor conhecer vai gostar dela também.

Fiquei sem ação, e ela disse, olha a lindinha ai! Ele saiu. Conclui minha gente que foi um ato astral. Pois quanto mais o homem falava do ponto do ônibus, mais ela (a vizinha, que eu nem conheço na intimidade) dizia ao senhor: Você precisa conhecer!

Ate porque dias antes conversava com uma amiga, e ela me disse de situações difíceis, atravessadas por conta do preconceito contra nosso povo. Eu disse a ela que era normal as pessoas não conseguirem entender um povo de tradição oral permanecer tanto tempo na terra, e que o pré conceito, era algo a ser trabalhado e esclarecido como ela fez.

Meu povo que acompanha o blog, em verdade vos digo: todos nós temos algum preconceito, ou vários, ele engessa, então antes de se pronunciar contra algo ou alguém, pense, esclareça, não deixe que as águas turvas, turvem seus pensamentos. Sou kallin e estou acostumada, há 45 anos é assim, e por mais que eu não ligue, algumas vezes é difícil. Sou humana. Eu tento transcender e entender.

Todo o desconhecido assusta, é que minha raiz é forte como os cedros, esperta como as embaúbas e reluzente como os ipês, SOU GUERREIRA! E quando alguém lhes perguntar: O que os ciganos pensam da vida (como já perguntaram a uma afilhada minha)? Responda: Que pensamos que ela pode ser muito mais colorida, divertida, compromissada, sem perder a essência, apesar de todos os preconceitos que nos cercam, daqueles que não se dão ao trabalho de nos conhecer (ou medo), porque talvez fossem amar apaixonadamente o modo de viver do cigano, que sofre, mais....... que se diverte! Que ama Deus e Sara sem desvirtuar, que consegue manter a tradição apesar dos que tocam a campainha alheia para alertar contra nós! Ainda bem que temos muita gente que nos ama, nos entende e nos conhece. Viva aos sem conceitos pré concebidos, e inteligentes!

6 comentários:

Adriana Rodrigues Torres disse...

Pq né?Pq em pleno RJ,2011,ainda acontecem coisas assim???Fico horrorizada em saber que ainda existe gente assim!Muita falta do que fazer,muita preocupação com a vida alheia.O que te faz diferente?A roupa que veste?Tantas coisas são diferentes,tanta gente anda vestida de forma diferente...Vivemos num país onde a diversidade se destaca.Aí, quando pensamos que já vimos de tudo,surge um ser ignorante,sim ignorante,e faz um papelão deste!O que me choca,é isso mesmo,fico chocada!O que me choca é algo assim acontecer no RJ!!!
Ramona, cabeça erguida,e não esqueça que existem leis e vc tem seus direitos.
Beijo grande,já te leio aqui há algum tempo,li o primeiro post sobre este assunto,to lendo este e to "passada" com o fato de existir gente assim.
Foram pessoas assim,que queimaram nossos ancestrais nas fogueiras ,que colocaram os judeus,nosso povo e outros ditos "diferentes", nas câmaras de gás ,e que sempre cometem injustiças.Triste é saber que ainda existem,e ainda estão por aí,vivendo na ignorância e não olhando os outros com os olhos do coração,com o olhar de irmão!
Graças a Deus e a Santa Sara ,o povo cigano é um povo guerreiro,que anda sempre forte,que nunca desisti e nem foge a luta!!!!Nasci brasileira,mas minha alma é totalmente cigana e minha ancestralidade é cigana e tenho muito orgulho disto!

Ramona Torres disse...

É Adriana, eu sempre digo que me surpreendo tambem, mas graças ao Pai Eterno, tem muita gente que nos ama, nos acalenta, nos respeita. Para mim apesar de ja ter vivdo em diversos estados do Brasil, o Rio de Janeiro ainda é o melhor de se viver, pois imbecis como este, so aparecem de vez em quando, mas a gente luta, e depois diz o que se passou, para que as pessoas saibam, o que passa um cigano. Graças a Deus, recebo muito carinho de pessoas como voce, de alma pura, e que ama nosso Povo, isso pra mim é um presentão.
Gratissima por acompanhar o blog, no melhor romani: Lacio Djulli!
Tuximidem!
Ramona.

Valeria disse...

Tempos tristes esses em que o racismo não cansa de mostrar suas garras. Por isso é tão necessário haver gente como você, minha linda, divulgando a cultura com teu amor e seriedade, andando por aí com tuas lindas saias e adornos, desconstruindo o preconceito com sua vida e suas palavras. Amo tu. bjo

ana cristina p dos santos disse...

essas coisas me deixam mt triste porque tantas coisas p se preocupar como as doenças sem cura com ais maldades com crianças. eu venho manifestar o meu apoio a sr. ramona torres uma cigana que emana luz paz tranquilidade que passa tudo que eu gosto de sentir luz paz e força sr. ramona nao sou uma cigana mais sou apenas uma mulher de alma cigana depois que fui levada a mazina por uma amiga passei a respeitar e amar!! esse povo cigano algumas pessoas, sao cegos de espirito e uma pena q pessoas ainda penssam q ciganos sao ladroes e prerigossos; se eles sobrecem q sao um povo alegres q passam alegria eu amo os ciganos lendo e ouvindo suas lutas me apaixono mais sr.ramona eu estou junto com seu povo na defessa dessa maravilhossaaaaaaaaa cultura do seu povo q pra mim são lindos na suas estorias de vidas

coutinho_40 disse...

Ramona,me solidarizo com o que aconteceu a você.Infelizmente, isso é fruto da ignorância e do desconhecimento das pessoas.Esse senhor, na verdade, é digno de pena,porque ainda se encontra num estágio evolutivo mais atrasado e com certeza um dia sentirá na pele o mesmo desprezo que dedicou a ti.A lei de ação e reação é certa, não tenho dúvidas.
Beijos no coração,
Amanda

Sonia Boechat Salema disse...

triste Bibi! Justo lá...sério, me deu vontade de chorar! que dizer? Tenho tanto orgulho de você, e de tudo que trazes para nós, para a vida e para o alto!
Jóia rara de dedicação e simplicidade, de sabedoria e generosidade...Pessoas que tem medo agem assim, atiram a pedra, pois veem em tudo aquilo que tem dentro de si mesmo!
Um dia, nós que lutamos por fraternidade e união entre todos, ainda veremos o amor prevalescer acima das diferenças.
até lá só nos resta manter o olhar no horizonte e o coração sereno.
Te dou aminha mão Bibi, para atravesar as ruas do mundo!
Um beijo e meu respirto por ti!
Sonia