sábado, 25 de junho de 2011

A Magia dos Ciganos Evorianos e a Influência da Bruxaria


Ciganas Bruxas ou Bruxas Ciganas? Pra nós tanto faz. O Importante é saber manipular os Elementos para se fazer, MAGIAS!!!
Muitos mitos e pouca informação verídica sobre estes dois temas que estão sempre presentes na vida dos magos, ciganos ou bruxos.

Sempre que se fala de Évora, se remete à lembrança da Bruxa de Évora, mas o que muitos não tem conhecimento sobre esta localidade portuguesa, é que nos tempos, ou melhor, nos primórdios evorianos, em que viveu a bruxa, 80% da população era cigana.


A também conhecida como bruxa moura (Moura Torta), era culta, falava muitos idiomas, e aprendeu desde a mais tenra infância com uma tia velha, as artes mágicas que iria praticar ao longo de sua existência. Assim sendo, curiosa e maga, logo ela começou a privar da amizade das grandes feiticeiras ciganas, que como ela, fizeram de Évora, uma terra encantada.
    Trocando informações de magia, os ciganos evorianos, aprenderam muito com a bruxa, nos deixando um legado de artes mágicas, que passa de geração a geração entre nós. A Magia dos Ciganos Evorianos, tem influencias de um tipo de bruxaria, que só existe em Évora, e muito distante da sábia e querida Wicca tradicional (geralmente de raízes irlandesas ou inglesas), começando pelas denominações geralmente utilizadas por ocultistas e místicos, como a da “Magia Branca” e “Magia Negra”, para nós, toda Magia é Magia, e o que determina se ela é boa ou má, é o que vai no nosso intimo, no nosso coração, é que faz o ato mágico ser bom ou mau. Assim como também é, um dos princípios da Bruxaria Evoriana. Os elementos presentes na magia dos ciganos como pedras, ervas, a importância dos astros, e o respeito a natureza, é também presente na pratica da bruxaria.
E esta comunhão se deu de forma tão natural, entre ciganos e bruxos, também por serem excluídos da sociedade portuguesa na época, em que se temia os feiticeiros, os ciganos e os bruxos, ainda que, portugueses, nobres ou não, escondidos pelos recantos de Évora, procuravam-nos nas tardes amenas, para encomendar trabalhos, magias e bruxarias, a fim de resolver de forma mística os seus problemas.
       Facilitando o intercambio cultural mágico entre ciganos e bruxos. Pois assim, eles conseguiam praticar uma arte mágica abrangente, e atender as reais necessidades de sua clientela. As informações e costumes derivadas deste convívio, resultaram em pontos em comum muito fortes, nestas linhas de magia, e que passaram a integrar, de forma a tornar na Magia Cigana Evoriana praticas comuns utilizadas pelas amigas Bruxas Evorianas. Muitos ciganos de outras partes do mundo, podem não utilizar, por considerar que seja muito diferente de nossa magia no geral, mas o fato é que não é. Esta convivência só veio a engrandecer a Magia dos Ciganos.
O fato de a bruxaria sofrer, calunias e apedrejamentos, esta na falta de informação sobre esta arte mágica. Pois tanto a magia cigana, quanto a bruxaria, é ecológica, e esta sempre buscando o bem da coletividade.
O agravamento da perseguição, patrocinado pela Igreja Católica Apostólica Romana, deixou marcas, por levarem todos que não se enquadrassem até as fogueiras da Santa Inquisição, condenados pelos tribunais do Santo Oficio, incluindo ciganos, rezadores e outros ocultistas, todos acusados da pratica da bruxaria. Isso ainda permeia nos desavisados, manchando a beleza das artes mágicas, da bruxaria, e também da magia dos ciganos.
 Nós Ciganas e nossas amigas Bruxas, não nos prendemos a conceitos pré concebidos, somos seguras de nossos atos e pensamentos, somos capazes de avaliar, de receber, de amenizar as dores de quem nos procura em busca de auxilio, através da magia e da palavra sempre amiga. A Magia Cigana Evoriana agradece ao elo com a Bruxaria Evoriana, a capacidade comprovada de ter entendimento, de estar pronta para atender aos apelos dos corações de nossos clientes, ensinando que a pimenta é ardida, mais que também pode ser doce, sempre tendo uma magia para indicar, sempre buscando sanar as dores com serenidade, segurança e amor pela magia, assim como faria uma bruxa.





4 comentários:

Saphyra ۞ disse...

Nossa eu não sabia que 80% da população era cigana, que bom!!!
Tenho o livro A Bruxa de Évora, e confesso que é meio assustador, parece que escolheram as ações "negras" dela pra escrever o livro..
Bjoss

Ramona Torres disse...

É Saphyra! Évora é um lugar incomum no mundo, cheia de magias e historias. A Moura Torta na verdade teve muitas ações que os livros nao contam, mas que estao em pe de igualdade nos lados negros e brancos.... muitas das orações para livrar crianças de maus espiritos, fazer nascer, e outras igualmente belas sao dela... Visite Évora voce vai gostar.....
bjks
Ramona Torres

Rayto de Lua disse...

Simplesmente divino, já tá lista de lugares para conhecer. De fato a magia é plural!

@Monica@ disse...

Parabens mais uma vez Ramona! Voce escreve de uma maneira de facil entendimento. A minha sensacao eh que estou em uma roda de amigos, ouvindo a historia de suas vivencias.
Muito sucesso para ti, que continue assim com este coracao maravilhoso sempre transmitindo para nos a experiencia do seu povo.
Um beijo grande