terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Cigana Olga


Esta cigana é natural da Alemanha, embora tenha passado muito tempo na Espanha Mourisca, falando bem tanto o espanhol, quanto o alemao. Olga era uma mulher que desde cedo desenvolveu tecnicas oraculares. Quando nasceu, ja veio para a terra com uma missao. O berço escolhido para nascer, foi uma casa de magia.
Sua mãe, cigana afamada, trouxe Olga ao mundo, para mostrar que era fértil. Em virtude de nascer em meio a magia, era uma criança diferente. E foi irritando sua mãe com o passar dos anos, dizia a genitora que ela tinha “mania” de ser “Boa”. Alimentava bichos, dava pão aos famintos, rezava pelos doentes. Olga gostava de aprender magia, para poder ajudar as pessoas. Foi crescendo causando este descontentamento. Aprendera logo o que não devia fazer. A tenda afamada pelo poder que detinha, foi com o tempo ganhando outra fama, de lugar serio e bom. Ia modificando as pessoas que gravitavam ao seu redor, antes discípulas do dinheiro, agora servidoras igual a ela. Este embate foi crescendo, entre duas mulheres sabedoras de magia, que tinham o mesmo sangue, um combate do bem contra o mal.
Aos 21 anos, as festas espirituais da casa tinham uma discrepância conforme a organizadora (se Olga ou sua mãe). Numa destas festas oferecidas por sua mãe, que lutava para encantar sempre mais algum neófito, um rapaz foi, foi para demonstrar seu ceticismo aos amigos, ao ver pessoas incorporarem espiritos ficou impressionado. Ao mesmo tempo cresceu dentro dele uma curiosidade e uma crença que tudo aquilo era demonstração das forças ocultas. Imediatamente quando se viram se fez um encantamento. Eram almas que já se conheciam, e se reencontravam. Ele fez esforço por todos os meios para se aproximar mais e mais de Olga e partilhar se seu trabalho na seara branca. E assim o amor foi nascendo entre eles e solidificando os propósitos de ambos. Este rapaz desejou tornar-se um mago.
Logo sua mãe, que tanto dizia ter arrependimento de a ter parido, viu exposto o calcanhar de aquiles da filha: O amor que sentia pelo moço. Neste tempo de desacordo máximo, já havia tido que se mudar de casa. Sua mãe então uma velha feiticeira, como vingança, fez através de suas poderosas magias, o rapaz se apaixonar por ela, e abandonar Olga. O ódio e o rancor foram cultivados pela velha feiticeira que agora morava com o rapaz, fez dele seu instrumento de prazer e plantio do ódio que tinha pela filha. Assim Olga, dominada por sentimentos baixos, finge perdoar a mãe. Decide fazer um vodu dos dois para que aja o afastamento. Depois uma magia para a mae, para leva-la a perder a saúde.
Quando já muito doente, o rapaz a abandona, posto que as amarrações a base de magia não vinham sendo renovadas como no principio. Ela já muito debilitada, manda chamar Olga para morar com ela e cuidar dela. A filha vê então sua chance de acabar com a mãe. Enquanto ela mesma enlouquece. A mãe em virtude de debilidade, velhice, maus tratos e doença acaba desencarnando neste cenário de tristeza.
Olga quando vê sua mãe sem vida, cai em si, e se condena fortemente. E assim decide usar a magia nefasta contra ela mesma como castigo, faz um vodu, nesta mesma noite sem luar ela crava um prego bem no centro do coração da boneca dela mesma, vindo a falecer horas depois de varias mutilações no coração sem ataques externos, fato que intrigou os médicos da época. Sei ditado favorito é: Familia é carma, transmute e seja feliz, trate bem aos seus filhos, mais tambem saiba dizer não.

6 comentários:

Romá disse...

Pô, queria descobrir que é o autor destes quadros, são maravilhosos e não se vê o autor??!!

inclusive o post tá muito bom !

beijos

Ramona Torres disse...

puxa rapha, foi coisa que peguei na net, foi desatenção mesmo. bjs.

Ana Vieira Sandálias Personalizadas disse...

Olá Ramona ! Fiquei muito feliz em encontrar a história da Cigana Olga .Sonhei que ela era a cigana que me acompanhava , mas não sabia nada sobre ela. Voce sabe me dizer como cuidar dela ? O que ela gosta e o que não devo fazer ? Tem algum livro onde eu possa encontrar isso ? Muito obrigada desde já . beijoss, Ana

Ramona Torres disse...

Ana, nao tenho conhecimento de livros publicados em atenção a ela nao, me envie um e-mail para que eu possa te dar pelo menos uma explicação melhor. bjs. Ramona.
ramonatorres@ig.com.br

mistica disse...

olá ramona torres eu queria saber como faz um boneco de voodoo para ter muita sorte e ganhar na loteria?
se vc sabe me ensina? bjoss

Unknown disse...

Linda e triste a história ,a minha filha é idêntica fisicamente a cigana Olga, A Olga é minha cigana q me acompanha .